As melhores Apostas Desportivas em Portugal

História do troféu de campeão do Mundo

Com o avançar da competição no Campeonato do Mundo, haverá varias equipas que aspiram e sonham como seria conquistar tão ambicionado troféu. Alguns dos maiores jogadores do mundo tiveram o prazer de o ganhar como Pelé e Maradona e é o maior troféu que um jogador pode ganhar na sua carreira.

Vencer o Campeonato do Mundo garante que os jogadores se tornem lendas nacionais e suas conquistas serão lembradas por muitos anos.

História do Troféu da Copa do Mundo

O primeiro troféu do Campeonato do Mundo foi batizado com o nome de um ex-presidente da FIFA, Jules Rimet, era um troféu banhado a ouro com a forma de uma taça octogonal, apoiado por uma figura alada representando Nice, deusa grega da vitória.

Durante a Segunda Guerra Mundial o troféu ficou com a seleção da Itália. Ottorino Barassi, o vice-presidente da FIFA e presidente da Federação Italiana de Futebol, escondeu-a numa caixa de sapatos debaixo de sua cama temendo que fosse roubada pelos nazis.

Contudo, a taça acabou por ser roubada duas décadas depois, durante uma exibição pública no Westminster Central Hall, Inglaterra, quatro meses antes do Campeonato do Mundo FIFA de 1966. A taça só foi encontrada sete dias depois, embalada num jornal num jardim em South Norwood, Londres, por um cão chamado “Pickles”.

Por uma medida de segurança a FIFA secretamente criou uma réplica da taça para ser usada nas celebrações da final. A réplica foi usada até 1970, sendo depois leiloada 1997 por 254,500 libras, comprada pela FIFA e depois exibida no Museu Nacional de Futebol em Preston.

A seleção brasileira ganhou o troféu pela terceira vez em 1970, ganhando por isso o direito da posse permanente. Contudo, a taça foi roubada em 1983 no Rio de Janeiro e nunca foi recuperada, acredita-se que os ladrões a tenham derretido.

Em 1974 foi introduzido um modelo diferente, que se mantém até aos dias de hoje, batizado de Troféu do Campeonato do Mundo da FIFA. Denominado por “Taça FIFA”, ou “Mister-Ball”(“Senhor Bola”, segundo o escultor), o troféu original não fica na posse de nenhuma seleção mesmo que vença três campeonatos consecutivos ou cinco alternados. O vencedor fica com a responsabilidade de guardar o original por quatro anos, findo esse tempo recebe uma réplica do original e entrega-o ao organizador do campeonato seguinte.

O troféu mostra duas pessoas a segurar a Terra e é feito de ouro de 18 quilates.

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.